Fechar

Deixe seus dados abaixo que entraremos em contato para uma cotação.

Para você
Para sua empresa












Sinistro: saiba o que fazer quando acontece

Home Blog Sinistro: saiba o que fazer quando acontece
Compartilhe:

Como diz a velha frase clichê, “acidentes acontecem”. Realmente eles podem ocorrer a qualquer momento, independentemente do lugar e da ocasião. Portanto, ficar atento a eles e saber como proceder é fundamental. No mercado de seguro, o termo sinistro diz respeito a qualquer evento.  Em síntese, o bem segurado sofre um acidente ou prejuízo material. Logo, ele é o resultado exato do ocorrido.

Para avaliar um sinistro deve-se levar em conta as seguintes características:

– Apuração de danos: faz o levantamento da causa, natureza e extensão das avarias, podendo ser feito mediante a vistoria, registros policiais e outros exemplos.

– Regularização: analisa se o ocorrido está coberto ou não e define qual o beneficiário e qual o valor da indenização.

– Liquidação: onde o pagamento da indenização é realizado ou o processo é encerrado sem indenização, sendo mediante a comprovação de algum equívoco, a negociação de eventuais salvados e o ressarcimento contra o causador do evento.

Quando acontece um sinistro, alguns segurados não sabem prosseguir. Assim, a Moreira e Medeiros tem o objetivo de mostrar quais os pontos devem ser seguidos.

Entre em contato com o corretor ou com a seguradora

Tomando como exemplo os seguros patrimoniais – residencial, condominial e empresarial – após um sinistro ocorrer, o passo inicial a ser dado é entrar em contato com o corretor de seguros ou com a seguradora. Da mesma forma, relatar o que foi a perda e descobrir as principais condições:

– Se o dono é coberto pela apólice.

– Procurar o tempo de registro da reclamação.

– Se o dono excede a franquia, se caso houver.

– Se o segurado precisa informar diretamente a seguradora as estimativas de reparo ou substituição dos bens afetados.

– Quanto tempo leva para processar a reclamação e receber a indenização.

Existe a possibilidade de o segurado arcar com os gastos urgentes para que o sinistro seja evitado, salvar os bens segurados e minorar o dano por completo. Posteriormente, se for comprovada a necessidade das despesas e a proporcionalidade da mesma em relação ao sinistro, elas serão cobertas pelo seguro.

Se caso for necessário a reparação ou substituição dos bens atingidos pelo sinistro, de maneira imediata, é importante que o segurado comunique à seguradora previamente ao início dos trabalhos e obtenha autorização por escrito. Senão, a seguradora fica desobrigada de indenizar o prejuízo reclamado.

Realização da perícia

Após o contato, é fundamental a preparação para a visita do perito de sinistro que presta serviço para a seguradora.

A companhia tem a opção de fazer o envio do formulário de comprovante de perdas ou um avaliador.  O objetivo é fazer o exame dos bens sinistrados. Definitivamente, quanto mais informações o segurado tiver sobre os bens, mais rápido será o processamento da reclamação e o pagamento da indenização.

É importante que você, segurado, saiba como proceder em caso de sinistro. Logo, seguir alguns passos é fundamental para que você seja indenizado da melhor forma possível, evitando prejuízos e dores de cabeça. Fique atento aos detalhes apresentados.

Continue acompanhando o nosso blog para ficar por dentro de outros assuntos relacionados ao mercado de seguros. Aqui você fica bem informado. No site, conheça os nossos serviços.

Inscreva-se para novidades

Inscreva-se para novidades

Siga-nos nas redes sociais

Todos os direitos reservados a Moreira e Medeiros. Otimizado por Agência Dom | Marketing Digital.