Fechar

Deixe seus dados abaixo que entraremos em contato para uma cotação.

Para você
Para sua empresa












Entenda: o mutualismo e a relação com o mercado de seguros

Home Blog Entenda: o mutualismo e a relação com o mercado de seguros
Compartilhe:

O mercado de seguros é amplo. Compreender cada elemento é fundamental na busca por um serviço vantajoso e eficiente.

Alguns termos ainda são desconhecidos e, ao mesmo tempo, despertam o interesse das pessoas. Portanto, é importante compreendê-los para não errar.

Durante o artigo iremos explicar o significado do termo mutualismo e qual a relação que ele possui com o mercado de seguros. Leia, entenda e adquira conhecimento.

O que é o mutualismo?

O mutualismo é considerado a base do negócio. Ele permite que a seguradora cubra uma fração dos custos das indenizações de cada segurado e pague o valor integral do bem sinistrado.

Trata-se da operação pela qual um grupo de pessoas, com interesses bem semelhantes, se juntam para fazer frente aos custos destinados a atingir os seus objetivos.

Basicamente, consiste na contribuição de todos para o benefício individual de cada um dos contribuintes.

Como o mutualismo está empregado no mercado de seguros?

Dentro do segmento de seguros, o mutualismo é empregado através da constituição de um fundo específico, formado pela contribuição proporcional ao risco de cada participante, com o objetivo de repor as perdas decorrentes de eventos pré-determinados.

Quem define o preço do seguro?

Quem define o preço do seguro é a seguradora, através do uso de estatísticas e cálculos atuariais. É um tipo de cálculo que consiste na utilização das Ciências Atuariais, para avaliar grandes riscos na indústria de seguros e finanças.

Exemplos das Ciências: probabilidade, matemática, estatística, finanças, economia e computação.

Com isso, ela pode estabelecer o valor de suas apólices com bastante precisão, levando em conta os sinistros, os custos administrativos e comerciais, a contratação de resseguros, impostos e margem de lucro de acionistas.

Após a sinistralidade quantificada, a seguradora estabelece a taxa média. Com base na definição, ela irá individualizar a exposição diante do risco de cada segurado.

O preço cobrado dele será decorrente do risco oferecido e do valor patrimonial dos bens que foram segurados.

Com base nesse elemento presente no segmento de seguros, é importante que todo segurado não saia no prejuízo e seja beneficiado sempre.

É fundamental que todo contribuinte aja com boa-fé, sem causar prejuízo financeiro para nenhuma das partes envolvidas no processo em questão.

Fique atento aos próximos artigos. Estude e adquira conhecimento sobre o mercado de seguros. É importante você ter todos os conceitos básicos na ponta da língua. Em caso de dúvidas, entre em contato com a equipe da Moreira & Medeiros.

Inscreva-se para novidades

Inscreva-se para novidades

Siga-nos nas redes sociais

Todos os direitos reservados a Moreira e Medeiros. Otimizado por Agência Dom | Marketing Digital.