Fechar

Deixe seus dados abaixo que entraremos em contato para uma cotação.

Para você
Para sua empresa












Sinistralidade no plano de saúde empresarial: saiba o que é e entenda como calculá-la

Home Blog Sinistralidade no plano de saúde empresarial: saiba o que é e entenda como calculá-la
Compartilhe:

Em suma, um dos principais benefícios que uma empresa pode oferecer ao seu funcionário é o plano de saúde empresarial. Um bom serviço, demonstra o quanto uma companhia se preocupa com a saúde e o bem-estar do seu colaborador. Além dessa questão, o convênio, do mesmo modo, é um ótimo recurso para quem pensa em reter novos talentos e aumentar a qualidade da equipe.

Por outro lado, um elemento importante do plano de saúde empresarial, e que às vezes acaba não recebendo a atenção necessária, é a sinistralidade. De acordo com características do parâmetro, a companhia poderá sofrer um grande reajuste estipulado, quando for realizada a renovação do contrato.

O objetivo do artigo é te ajudar a entender como funciona o cálculo para a obtenção do plano de saúde empresarial, no intuito de evitar que a sinistralidade possa causar grandes prejuízos e ocasionar o rebaixamento do benefício.

Entenda o que é a sinistralidade no plano de saúde empresarial

É fundamental entender o significado do processo dentro do plano, antes de você saber como as operadoras costumam realizar o cálculo.

Em síntese, a sinistralidade é representada pela relação entre o volume em reais gastos com procedimentos cobertos pela operadora. Eles são realizados por todos os beneficiários durante o tempo de vigência do contrato, que normalmente dura 12 meses. São denominados sinistros.

Caso o valor dos sinistros ultrapasse o percentual estipulado em contrato pela operadora, existe a chance de o benefício ser reajustado na próxima renovação, o que pode comprometer o orçamento da empresa.

Saiba como o cálculo da sinistralidade é feito

Iremos apresentar o método mais utilizado pelas operadoras para calcular a sinistralidade no plano de saúde empresarial.

Segundo a ANS (Agência Nacional de Saúde), a taxa média nos planos de saúde se apresenta em torno de 85,6%. Em autossugestões, o valor da taxa pode alcançar até 94,8%.

Em síntese, a fórmula básica para fazer o cálculo da sinistralidade é: (sinistro/prêmio) x 100. Lembrando que o sinistro significa o valor que a operadora gasta com os beneficiários. Ou seja, as despesas médicas. Já o prêmio, é quanto a operadora recebe dos beneficiários. Logo, ele diz respeito às receitas e parcelas pagas do plano de saúde.

A sinistralidade funciona como um verdadeiro termômetro da experiência do seu contrato, o que permite saber se a sua empresa gasta mais do que paga.

Cálculo

Exemplificando o cálculo, imagine uma companhia que pagou R$ 120.000,00 em prêmio. Já os beneficiários gastaram R$ 180.000,00 em sinistros durante o uso do plano de saúde empresarial. Para chegar até a taxa de sinistralidade, é só fazer o cálculo:

– Sinistralidade (%) = (180.000/120.000) x 100 = 150%

Calcular a sinistralidade é bastante simples. Agora cabe você, empresário, verificar o contrato da cláusula de reajuste. Logo, não se esqueça que independentemente da sua sinistralidade, os contratos médicos também consideram como reajuste anual financeiro, o VCMHL, que é a variação dos custos médicos hospitalares e laboratoriais.

Outro aspecto a ser destacado é que esse reajuste só se aplica em planos empresariais. Dessa forma, geralmente o cálculo é realizado com base na soma de todos os beneficiários.

Viu como calcular a taxa de sinistralidade no plano de saúde empresarial é simples? É um fator de suma importância para você que preza pelo bem-estar dos seus colaboradores.

Continue acompanhando o nosso blog para saber mais sobre outros assuntos relacionados. Em nosso site, conheça os serviços da Moreira e Medeiros e faça já a sua cotação!

Inscreva-se para novidades

Inscreva-se para novidades

Siga-nos nas redes sociais

Todos os direitos reservados a Moreira e Medeiros. Otimizado por Agência Dom | Marketing Digital.