Fechar

Deixe seus dados abaixo que entraremos em contato para uma cotação.

Para você
Para sua empresa












Seguro de vida: como é feito o reajuste de preço?

Home Blog Seguro de vida: como é feito o reajuste de preço?
Compartilhe:

É praticamente impossível, nós seres humanos, controlarmos absolutamente tudo que ocorre à nossa volta. Logo, é natural passarmos por momentos imprevisíveis durante a vida. Dessa forma, contar com um seguro de vida muitas vezes é a forma mais eficiente de nos resguardarmos.

Em relação a alguns países, como os Estados Unidos, por exemplo, o Brasil está em desvantagem quanto à adesão ao seguro de vida. O número baixo se deve em parte, às dúvidas referentes ao assunto, como o reajuste do preço do seguro.

Com base no tema, separamos algumas informações pertinentes sobre como funciona a correção do seguro, além de outros tópicos fundamentais sobre o assunto. Leia o artigo e tire as suas dúvidas.

As variáveis que são consideradas no reajuste do seguro de vida

A tarifação é um processo de precificação existente em um seguro de vida. Ela delimita o valor que será pago pelo prêmio. Para definir o valor exato, é necessário conhecer o que são as variáveis.

As variáveis são vários fatores que vão desde a saúde da pessoa, até o seu estilo de vida. Em síntese, é necessário fazer várias adaptações no seguro, já que o cotidiano de cada indivíduo é determinado por alguns desses pontos.

Conheça algumas variáveis:

Tábua de mortalidade

O fator inicial é denominado tábua de mortalidade. A tabela é utilizada com o objetivo de calcular as possibilidades de vida e morte de uma determinada população, levando em consideração a idade e o sexo.

Em suma, a tabela é determinada de acordo com dados de censos populacionais e a partir de um levantamento de apólices de seguro. O intuito é obter o máximo de informações que dizem respeito à população na qual o segurado se faz presente.

Outro fator que impacta a tabela de mortalidade é o risco de sinistros. Dessa forma, ele só será definido segundo estudos estatísticos, de acordo com as características do grupo que contrata o seguro de vida. Assim, é preciso ficar atento a todos os fatores de formação do preço.

Em suma, a tábua de mortalidade monitora se o cliente possui ou não um alto risco de falecer, comparando-o com a média da população geral. Em conclusão, as variáveis são checadas para a venda e para o reajuste do seguro de vida.

Hábitos do segurado

Outra variável a ser ressaltada é em relação aos hábitos do segurado. Algumas seguradoras verificam o gênero, a idade e hábitos, como o tabagismo e a prática de atividades físicas do contratante.

Ao mesmo tempo, o segurado realiza uma bateria de exames e o resultado das análises é enviado para a seguradora. Assim, é possível fazer a checagem da situação de saúde do cliente e em qual perfil de segurado ele irá se encaixar.

Do mesmo modo, pode ser necessário fazer a verificação da existência de hobbies perigosos, como os esportes radicais. Isso interfere no valor que é pago mensalmente à seguradora.

Taxa fixa de reajuste e limite máximo

Uma dúvida pertinente quanto ao reajuste de preço do plano de saúde é se existe uma taxa fixa e um limite máximo. A resposta é não. Entenda abaixo.

O reajuste ocorre em uma curva ascendente, seguindo a tábua de mortalidade de certa idade. Da mesma forma, a maioria dos planos de seguro não variam conforme a idade específica e sim por faixa etária.

Outros fatores também interferem o reajuste total, além dos que ocorrem por faixa etária nos planos de repartição. Um exemplo é a atualização monetária, inflação, para recompor o poder de compra. Ele é aplicado no capital segurado e no prêmio.

Afinal, o valor do seguro de vida pode aumentar com o passar da idade?

Cada seguro difere um do outro. Logo, não são todos que possuem taxas crescentes com o passar dos anos.

Existem dois tipos de seguro. No seguro repartição, a cada idade o custo fica mais caro, pois a taxa de mortalidade aumenta. Já o seguro capitalização forma uma reserva. Dessa forma, ocorre uma taxa nivelada, que não aumenta ano a não em função da idade.

Na comparação direta, o primeiro é mais caro nos primeiros anos, porém, a partir de um tempo, ele se torna mais barato. É como se no início você pagasse mais e depois de um tempo pagasse menos, pelo fato de possuir uma idade mais elevada.

Já nos seguros de capitalização, a taxa é nivelada. Em síntese, ele geralmente é adquirido por pessoas que começam a efetuar o pagamento muito cedo.

Entendeu como é realizado o reajuste de preço do seguro saúde? Existem vários critérios que determinam um aumento de preço. Ficar atento a todos é fundamental para você que pensa em aderir ao serviço.

Entre em nosso site, conheça os serviços oferecidos pela Moreira e Medeiros e faça a sua cotação! Continue acompanhando o nosso blog e fique por dentro de outros assuntos relacionados ao mercado de seguros.

Inscreva-se para novidades

Inscreva-se para novidades

Siga-nos nas redes sociais

Todos os direitos reservados a Moreira e Medeiros. Otimizado por Agência Dom | Marketing Digital.