Fechar

Deixe seus dados abaixo que entraremos em contato para uma cotação.

Para você
Para sua empresa












Plano de saúde empresarial: saiba o melhor momento de fazer a troca

Home Blog Plano de saúde empresarial: saiba o melhor momento de fazer a troca
Compartilhe:

A princípio, várias empresas oferecem o plano de saúde empresarial aos seus funcionários, apesar de não ser obrigatório por lei. É uma maneira de garantir a saúde e a satisfação do colaborador.

Porém, um plano de saúde deve ser viável para uma empresa a longo prazo, ao invés de representar um impacto negativo.

Quando o plano em questão começa a apresentar desvantagem, é sinal de que chegou o momento de fazer uma substituição. Seja de modalidade ou operadora.

Um plano de saúde empresarial é vantajoso a partir do momento em que ele protege a saúde do grupo. Também no momento em que possibilita um melhor desempenho por parte dos funcionários e faz a composição de pacote de remuneração adequado ao mercado.

Quando a situação é diferente da que foi apresentada, não é necessário cortar o benefício dos funcionários, mas é fundamental pensar em mudar o plano contratado.

Para saber se realmente chegou o momento certo de efetuar a troca, é preciso analisar alguns pontos cruciais. Vamos apresentá-los.

1. O valor da mensalidade está altíssimo

Esse é um fator importante que motiva qualquer cliente a mudar de plano. Os valores dos planos de saúde que são oferecidos pelas operadoras variam.

É uma diferença financeira que pode ocorrer devido ao porte da empresa contratante. Também a quantidade de funcionários assistidos, a cobertura contratada, ao número de funcionários assistidos, entre outros pontos.

Logo, é necessário avaliar se o valor da mensalidade se enquadra na média praticada no mercado, para um plano com essas características. Se o preço estiver alto, chegou o momento de fazer a revisão do contrato.

2. A taxa de reajuste já se mostra bastante elevada

Todos os anos, a taxa do plano empresarial passa por um reajuste no valor.

Para você entender com clareza, ela é calculada de acordo com a quantidade de funcionários que a empresa possui, baseada na taxa de sinistralidade do negócio ou da carteira da operadora.

O cálculo também é feito seguindo a inflação no setor de saúde e em função da faixa etária dos colaboradores. Dessa forma, quanto mais alta ela for, maior será a mensalidade.

Dessa forma, havendo discordância do índice de reajuste proposto, procure o seu corretor ou entre em contato com a sua operadora para que juntos possam buscar uma solução que seja sustentável para a manutenção do contrato.

3. Utilização fora da rede credenciada

É possível recorrer ao atendimento particular e pedir o reembolso, quando o plano de saúde prevê a opção de livre escolha de médicos, além do uso da rede credenciada.

O valor tem que ser condizente com a média de preço que é praticada na região. Quanto maior for o limite de reembolso, mais alta será a mensalidade do plano.

Esses são os 3 pontos fundamentais para você identificar o melhor momento de trocar o plano de saúde empresarial dos seus colaboradores. Em conclusão, fique atento aos fatores apresentados e lembre-se: converse com um corretor ou uma seguradora de confiança.

Conheça os serviços da Moreira e Medeiros e faça agora mesmo a sua cotação! Continue acompanhando o nosso blog e fique por dentro de outros assuntos relacionados ao mercado de seguros.

Inscreva-se para novidades

Inscreva-se para novidades

Siga-nos nas redes sociais

Todos os direitos reservados a Moreira e Medeiros. Otimizado por Agência Dom | Marketing Digital.